quinta-feira, 28 de maio de 2015

Licitação para BRT de Salvador, entre Lapa e Iguatemi sai em junho

28/05/2015 - Correio 24 Horas

O custo total é estimado em R$ 1 bilhão e previsão é que as obras sejam entregues ao final de 24 meses

Sistema está orçado em R$1 bilhão
Sistema está orçado em R$1 bilhão
créditos: Divulgação
 
A licitação para a construção do BRT (Bus Rapid Transit) de Salvador será lançada ainda neste semestre, de acordo com o secretário Fábio Mota. "Estamos aguardando o Ministério das Cidades fazer o empenho da contrapartida dele para que a gente possa licitar. O processo está todo pronto, com todas as licenças ambientais permitidas", explicou.
 
O custo total da obra é estimado em R$ 1 bilhão. Ao final de 24 meses (a partir do início das obras), a ligação entre a Estação da Lapa  e o Iguatemi (Lapa-LIP), com tempo de viagem total estimado em 15 minutos, irá beneficiar cerca de 35 mil pessoas, por dia.
 
A expectativa é que a obra seja entregue em 2017. Para o arquiteto e urbanista Jaime Lerner, um dos criadores do BRT, é preciso investir na boa operação do sistema. "Se não for assim, a população não vai mudar. Não é só implantar corredores onde o ônibus tem prioridade. É criar uma rede de transporte público de qualidade bem detalhada e bem operada, senão a população vai dizer que é só ônibus. E não é", alertou Lerner, ex-prefeito de Curitiba que implantou a estrutura na cidade há 40 anos, durante o Fórum Mobilidade Volvo,  na semana passada, na capital paranaense.
 
"Às vezes, uma topografia é difícil (como a de Salvador), mas torna muito mais fácil a integração de linhas. Então, não há nada que não possa ser melhorado", pontuou. O presidente da Associação Nacional de Transportes Urbanos (NTU), Otávio Cunha, diz que, mesmo com o BRT, a cidade deve investir em uma rede de transporte integrada.
 
"Se você tem uma rede de ônibus convencional, alimentando um corredor de BRT, chega num ponto de saturação. Então, precisa ter uma rede de metrô, que é um modo de transporte de maior capacidade. Assim, você tem a rede", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário