sábado, 2 de maio de 2015

Obras dos túneis têm início hoje em Fortaleza

30/04/2015 - Diário do Nordeste

Uma das obras mais aguardadas visando à melhoria da mobilidade urbana da Capital começa hoje: os túneis das avenidas Engenheiro Santana Júnior sob a Padre Antônio Tomás e desta sob a Via Expressa, no bairro Cocó. As intervenções fazem parte da etapa final do corredor exclusivo de ônibus Antônio Bezerra/Papicu. O anúncio foi feito pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, durante entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (29), no Paço Municipal.

As duas obras serão feitas em paralelo, sendo que a passagem da Av. Engenheiro Santana Júnior sob a Padre Antônio Tomás inicia-se primeiro, com a remoção de interferências subterrâneas e canteiro central naquela área.

Haverá também, de acordo com a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), um estreitamento em ambos os sentidos da Engenheiro Santana Júnior, no trecho compreendido entre as ruas Andrade Furtado e Carolina Sucupira.

Por enquanto, adianta o órgão, não haverá nenhum desvio de tráfego. A obra propriamente dita, com os bloqueios no trânsito, deve iniciar-se no próximo dia 15 de maio.

O túnel da Padre Antônio Tomás que passará sob a Via Expressa também deve começar no mesmo prazo. Ali, está prevista a remoção do canteiro central da Avenida Almirante Saboia, no trecho entre as ruas Carolina Sucupira e Bento Albuquerque, com estreitamento nos dois sentidos de circulação.

Nos locais, haverá um efetivo diário de 18 operadores de trânsito, que atuará no controle do tráfego e orientando condutores e pedestres.

As duas obras têm um investimento de R$ 25 milhões, oriundos de financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O prazo para a conclusão é até o segundo semestre deste ano. "A ideia é que até o fim de agosto possamos inaugurá-los", aposta o prefeito.

Pedestres

O complexo terá seis pontos com faixas para passagem de pedestres e contará com a primeira ciclofaixa compartilhada com os passeios da cidade. O titular da Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza (Seinf), Samuel Dias, explica que isso permitirá que os ônibus se desloquem ao longo de 17,4 quilômetros do corredor Antônio Bezerra, passando pelo BRT da Bezerra de Menezes, Antônio Sales e Terminal do Papicu em menos tempo.

"Os semáforos naquela interseção de vias serão eliminados, proporcionando que o fluxo do transporte público se torne realmente expresso, ligando a Cidade dos Funcionários ao Papicu pela Engenheiro Santana Júnior, e o Centro à Cidade 2000 pela Padre Antônio Tomás", afirmou o secretário municipal.

Trânsito

Na segunda etapa da obra, prevista para o próximo dia 15 de maio, será iniciada a construção das paredes de contenção do túnel. E, por isso, além do estreitamento da via, haverá bloqueio.

Para ter acesso à Avenida Padre Antônio Tomás, os condutores que trafegarem no sentido leste-oeste (Cidade 2000/Centro) devem utilizar as ruas Andrade Furtado, Júlio Azevedo, Bento Albuquerque e Avenida Almirante Henrique Saboia, onde uma das faixas permitirá a conversão à direita livre.

Devido à interdição, os usuários vindos da Engenheiro Santana Júnior no sentido Papicu/Centro não poderão mais dobrar à direita na Padre Antônio Tomás. A opção é entrar na Bento Albuquerque, esquerda Via Expressa e à direita.

Já a alternativa para os motoristas oriundos da Cidade 2000 com destino à Via Expressa permanece inalterada.

Coletivos

Ao longo do mês de maio, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) irá alterar o itinerário de três linhas de ônibus que passam no local.

As alterações acontecem apenas no sentido Terminal Papicu para o bairro Antônio Bezerra nas linhas 028 - Antônio Bezerra/Papicu; 098 - Expresso/Antônio Bezerra e 032 - Avenida Borges de Melo II.

O novo percurso será feito a partir da Avenida Engenheiro Santana Júnior, onde os veículos acessam a Rua Bento Albuquerque, depois pegam a Via Expressa e retornam à Av. Padre Antônio Tomás.

Nenhuma linha que segue no sentido terminal Papicu/Iguatemi sofrerá alteração, conforme a Etufor.

Binário é entregue em junho

Com um fluxo de 45 mil veículos por dia ou 2,6 mil por hora em horários de pico, duas das principais avenidas do Montese, a Professor Gomes de Matos e Alberto Magno, serão transformadas em binário, a exemplo da Santos Dumont e Dom Luís. As obras para a implantação do sistema começaram na noite desta quarta-feira, com a fresagem (raspagem) do asfalto e devem prosseguir até junho. É o que garante o coordenador do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), Luís Alberto Saboia. Segundo ele, a intervenção custará entre R$ 1,5 e R$ 2 milhões.

As duas vias obedecerão aos sentidos Centro/Parangaba (Alberto Magno, com 2,2 Km de extensão), e o contrário na Gomes de Matos, com 2,1 Km de comprimento, no trecho entre as ruas Major Weyne e 15 de Novembro.

O primeiro terá duas faixas de tráfego misto e mais ciclofaixa. Já o segundo contará com faixa exclusiva para ônibus, duas de tráfego misto e ciclofaixa. Os dois devem integrar o sistema bicicletar, com ligação à Praça da Gentilândia.

Esse binário é o primeiro de uma série de três, informa Saboia. Os outros dois, que entrarão em execução ainda neste ano, serão na Parangaba e Rodolfo Teófilo.

O coordenador explica que a decisão sobre a obra veio após estudo sobre aquela área. Somente na Gomes de Matos, entre 2010 e 2012, ocorreram 337 acidentes, com uma média de um registro a cada três dias. Na Alberto Magno, no mesmo período, foram 413 acidentes, dois a cada cinco dias. Pelas duas vias circulam diariamente 137,7 mil passageiros de transporte público e 127 ônibus de 26 linhas. "Em determinados horários, a velocidade dos veículos não passa de 9 Km/h. Na Alberto Magno é pior, eles chegam a reduzir a velocidade para 5 Km/h", diz.

Estacionamentos

Não é segredo, salienta Roberto Cláudio, que essa área da cidade enfrenta sérios problemas com relação aos estacionamentos irregulares e uso indevido das calçadas. Para isso, promete implantar a primeira Zona Azul da periferia de Fortaleza.

As obras incluem o reordenamento dos estacionamentos, com aumento da capacidade nas vias secundárias e regularização das vagas. "Algumas terão sentido alterados, como a Eduardo Angelim, Sátiro Dias, Samuel Uchoa, Coronel Alexandrino (que ganhará semáforos) e Romeu Martins (eliminação de sinais de trânsito)", afirma.

As duas vias também ganharão iluminação para oferecer maior segurança e conforto para quem trafega pelo trecho. Haverá ainda a requalificação dos 17 pontos de paradas atualmente existentes nas duas vias, implantação de lixeiras e ciclomonitoramento e plantio de 500 novas mudas. "A respeito da requalificação dos passeios, ainda estamos dependendo de parceiros", diz o gestor municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário