terça-feira, 4 de agosto de 2015

Tecnologia embarca nos ônibus do Rio

30/07/2015 - O Dia

Conheça os equipamentos de última geração que permitem saber desde a localização dos coletivos em tempo real até carregar o celular no trânsito

O DIA

Rio - A tecnologia embarcou junto com os passageiros nos ônibus. Desde que o serviço de transporte urbano foi licitado pela Prefeitura do Rio, em 2010, os veiculos foram equipados com instrumentos de última geração que permitem saber desde a localização do coletivo, em tempo real, até a captação de imagens internas e externas. Na região de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Maricá, sistema wi-fi gratuito, conexão USB para carregar o celular e biometria são algumas das novidades.

Conheça as tecnologias que viajam nos ônibus todos os dias.

A modernidade no município do Rio

GPS (Global Position System ) – está presente em todos os ônibus que circulam na cidade e fornece localização em tempo real. Os sinais dos aparelhos são enviados para o Centro de Controle e Operação do Rio Ônibus. Todas as informações dos GPS das empresas são unificadas e repassadas para a Prefeitura e para o Centro de Operações Rio. Este equipamento é uma exigência do Edital da licitação feita em 2010.

Tacógrafo – verifica a velocidade do ônibus. Em caso de acidente, fornece informações importantes que auxiliam no esclarecimento dos casos. O uso do tacógrafo é obrigatório de acordo com o Edital de licitação.


BRT tem os equipamentos mais modernos do sistema de transporte de passageiros da cidade
Foto:  Divulgação

Bilhetagem Eletrônica – permitiu a integração de tarifas entre os sistemas que operam na região metropolitana. A cobrança eletrônica começou a ser feita em 2005. Atualmente são disponibilizados o Bilhete Único Carioca, Bilhete Único Intermunicipal e a Integração Convencional com o Metrô. Essa tecnologia dá condições ao passageiro de pegar até dois ônibus, pagando apenas uma passagem, na região metropolitana. No BRT, é possível embarcar em até três ônibus.

Sistema de TV – tecnologia usada para entretenimento e informação do usuário. Os aparelhos estão em expansão nas linhas e empresas. O canal tem conteúdo próprio voltado também para divulgação de campanhas, alertas de alteração de itinerário e pontos de ônibus.

Câmeras de Segurança – os ônibus são equipados com duas câmeras que captam imagens internas e externas do veículo. O arquivo é descarregado nas empresas, que são obrigadas a armazená-los por até três dias.

Equipamentos de última geração no BRT

No BRT, que encurtou o tempo de viagem para os passageiros do Transcarioca e do Transoeste, os ônibus utilizam os equipamentos mais modernos do sistema de transporte de passageiros na cidade.

Câmeras de Segurança – as imagens internas e externas dos ônibus são transmitidas em tempo real para o Centro de Controle e Operação (CCO).

Computador de Bordo – controla os avisos sonoros de paradas nas estações, faz a comunicação do motorista com o CCO e também gerencia o envio de sinal do GPS com o posicionamento do ônibus.

Sistemas de freio – O BRT tem cinco sistemas de freios que trabalham em paralelo (freio de serviço a ar comprimido, freio motor, freio de cabeçote tipo top break, freio hidráulico e ABS (sistema anti-bloqueio). Além disso, um equipamento chamado Retarder funciona da seguinte maneira: assim que o motorista tira o pé do acelerador, automaticamente o freio motor já é acionado.

Câmbio automático - permite trocas de marchas mais suaves e aumenta o conforto do motorista e dos passageiros.

Motor com tecnologia EURO V – motor de alta tecnologia com menor nível de emissão de poluentes.

Painel com imagens das câmeras – no painel, o motorista recebe as imagens das câmeras de ré e das portas dos ônibus.

Combustível – o BRT usa o diesel padrão S10 com adição de 5% de biodiesel. Essa combinação permite reduzir o aumento da concentração de gás carbônico, que ocasiona o efeito estufa na atmosfera.

Novidades em toda a Região Metropolitana

Avisos sonoros - Presente em sete linhas - o que equivale a 120 ônibus - que circulam em Pendotiba e na região oceânica. A tecnologia avisa sobre as próximas paradas dos ônibus, modelo semelhante ao já utilizado no metrô. O serviço auxilia os deficientes visuais e também ajuda os passageiros que não estão habituados com os itinerários dos coletivos.

Sistema Wi-Fi gratuito para passageiros e conexão USB para carregar celular - em quatro linhas da Viação Araçatuba, em Niterói: Linha 30, Linha 47, Linha 47 A e Linha 47 B.

Biometria - Os ônibus da região do Setrerj (Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Maricá) foram os primeiros a contar com a biometria digital em todo o estado do Rio de Janeiro. O sistema de biometria é utilizado para embarcar os passageiros portadores de gratuidade com presteza e segurança, comprovando que o portador é, realmente, a pessoa que tem direito ao benefício

Nenhum comentário:

Postar um comentário